×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 669

Notícias

ASCO 2017: Painéis moleculares relacionam mutações potencialmente relevantes a sarcomas

Notícias Terça, 06 Junho 2017 13:33
Avalie este item
(0 votos)

O Dr. Rodrigo Munhoz, membro da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e oncologista do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) e do Hospital Sírio-Libanês, comenta os mais importantes trabalhos apresentados na sessão oral de sarcomas do Congresso da American Society of Clinical Oncology (ASCO 2017).

Duas dessas apresentações trouxeram resultados do uso de painéis moleculares para caracterização dos sarcomas ressaltando que é possível encontrar mutações potencialmente relevantes do ponto de vista clínico em uma quantidade significativa dos casos, ainda que a aplicabilidade imediata desse tipo de abordagem permaneça limitada. Os painéis moleculares também podem auxiliar na classificação e no diagnóstico desses sarcomas, além de, naturalmente, na seleção de potenciais protocolos de pesquisa direcionados por alterações genômicas.

Foram apresentados ainda os resultados de um estudo randomizado com aldoxorubicina, uma antraciclina com eficácia comparável à doxorubicina convencional e aparentemente associada a menor incidência de alopécia e toxicidade cardiológica. Foram expostos também resultados de diferentes inibidores de tirosina cinase em subtipos raros de sarcomas de partes moles, como cediranibe no sacoma alveolar e pazopanibe no tumor fibroso solitário desdiferenciado.

No campo da imunoterapia, os resultados em sarcomas ainda são menos contundentes do que aqueles vistos em outros tumores sólidos, segundo o Dr. Rodrigo Munhoz. Ainda assim, respostas objetivas foram mostradas tanto no estudo que avaliou da eficácia da combinação de ipilimumabe e nivolumabe ou nivolumabe em monoterapia (um estudo não comparativo) quanto na atualização do estudo SARC-028, que investigou o pembrolizumabe em sarcomas de partes moles e ósseos. Ademais, algumas histologias específicas desse heterogêneo grupo de neoplasias demonstraram particular sensibilidade ao uso de bloqueadores de correceptores imunes, com atividade promissora observada em pacientes com sarcoma pleomórfico de alto grau e lipossarcoma desdiferenciado, entre outros.

Mais novidades da ASCO 2017

O Congresso da American Society of Clinical Oncology (ASCO 2017) acontece de 2 a 6 de junho, em Chicago (EUA). Acompanhe as novidades aqui no site da SBOC.

1 Comentário

  • Link do comentário Iolanda Araújo Terça, 06 Junho 2017 15:23 postado por Iolanda Araújo

    Achei muito bom o artigo
    Gostaria de receber mais informações

    Relatar

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar

Banner Portal Takeda Pro

Apoiadores:

Banner Takeda