Notícias

Sociedades médicas discutem crise da radioterapia no Brasil

Notícias Quinta, 16 Agosto 2018 21:30
Avalie este item
(0 votos)

A falta de investimentos tem provocado uma grave crise no acesso à radioterapia no Brasil. Este foi o principal tema da sessão de abertura do XX Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia, na quinta-feira, 15. A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), representada por sua diretora executiva, Dra. Cinthya Sternberg, e a Associação Médica Brasileira, com o presidente Dr. Lincoln Lopes Ferreira, foram algumas das sociedades médicas que participaram da mesa.

De acordo com o Dr. Arthur Accioly Rosa, presidente da SBRT, o Brasil tem hoje apenas 60% da estrutura necessária para tratar os pacientes que precisam de radioterapia. Considerando os cinco tumores mais prevalentes na população – próstata, mama, colorretal, pulmão e colo uterino – foram calculadas 5 mil mortes advindas da falta de acesso a radioterapia, no ano de 2016. “Temos trabalhado de forma intensa com o Ministério da Saúde para requalificar a estrutura de funcionamento do SUS [Sistema Único de Saúde] para a radioterapia. Há uma portaria pronta, cuja publicação havia sido prometida para o início do ano, mas infelizmente não ocorreu ainda”, denuncia. “Estamos agora passando essas informações para a imprensa, divulgando que a crise é intensa e muita gente vai morrer por causa disso.”

A Dra. Cinthya Sternberg parabenizou a SBRT pelo evento e pela atuação e posicionamento neste contexto de crise para a radioterapia, procurando discutir alternativas viáveis para enfrentar sucateamento dos serviços, remuneração defasada, falta de equipamentos e profissionais e tantos outros fatores que prejudicam o cuidado adequado ao paciente. “É importante que todas as sociedades apoiem qualquer empreitada que vá, em última análise, trazer benefícios aos pacientes”, enfatiza a diretora da SBOC.

O presidente da SBRT explicou também, ao comemorar 20 anos, o Congresso tem um tema atual, que é o “Hipofracionamento: menos pode ser mais”, isto é, como as técnicas de tratamento de tempo mais curto podem otimizar os recursos e os resultados da radioterapia. O evento é anual e está sendo realizado em Belo Horizonte (MG) pela terceira vez em sua história; a última havia sido em 1998. Esta edição conta com 12 convidados internacionais.

Trabalhos científicos

Os resumos dos pôsteres e das apresentações orais do XX Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia estão publicados no número suplementar da Brazilian Journal of Oncology, a revista científica da SBOC, da SBRT e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica. Foram 176 trabalhos submetidos, sendo 169 aprovados por radio-oncologistas de diferentes serviços do país que participaram da avaliação. O quantitativo de trabalhos submetidos superou as expectativas dos organizadores.

“É muito importante essa aproximação com a SBCO e a SBOC, o nosso trabalho cooperativo, multidisciplinar, defendendo o interesse dos profissionais envolvidos com o tratamento do câncer”, destaca o Dr. Arthur. “Estamos empenhados também na organização da II Semana Brasileira da Oncologia, em 2019, que certamente será um sucesso muito grande.”

xx congresso brasileira de radioterapia ii

xx congresso brasileira de radioterapia iii

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar