Notícias

SBOC inaugura sede no Conjunto Nacional, em São Paulo

Notícias Quinta, 10 Agosto 2017 20:43
Avalie este item
(2 votos)
SBOC inaugura sede no Conjunto Nacional, em São Paulo Foto: Claudio Rossi

O Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, é o novo endereço da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC). Mais especificamente o número 2073, Edifício Horsa II, conj. 1003, 10º andar. A área de 240 metros quadrados foi adquirida com recursos próprios depois que a Assembleia Geral Extraordinária autorizou a mudança da sede de Belo Horizonte para São Paulo. A inauguração ocorreu na noite de 4 de agosto, com a presença de diretores e convidados (veja a galeria de fotos aqui).

O imóvel é mais moderno e funcional do que o anterior. Além da área de escritório dedicada às atividades administrativas, possui uma sala de reunião que pode ser utilizada como espaço para eventos com até 50 pessoas. As reuniões da diretoria da SBOC, que já aconteciam em São Paulo nas últimas três gestões, agora poderão ocorrer na própria sede. A intenção da diretoria é também promover encontros científicos e workshops. “É simples, mas confortável, com boa localização, como os membros da SBOC merecem”, descreve o Dr. Gustavo Fernandes, presidente da entidade. “Já era uma de nossas metas administrativas desde o início da gestão”, ressalta.

O futuro presidente eleito da SBOC para o período 2017/2019, Dr. Sergio Simon, classifica a mudança para a Avenida Paulista, centro cultural e financeiro do país, como emblemática da nova SBOC, cada vez maior e mais atuante no cenário da oncologia nacional. “A nova sede nos permite crescer em tamanho e importância, representando a especialidade que mais se desenvolve no país”, afirma.

Localização privilegiada

Para o vice-presidente de Organização, Planejamento e Administração da SBOC, Dr. Jorge Sabbaga, é absolutamente lógico que a sede fique na cidade que concentra o maior número de oncologistas, associados, residentes de oncologia, hospitais especializados e de pacientes oncológicos atendidos. O Dr. Gustavo Fernandes lembra que a maior parte dos eventos em oncologia também está em São Paulo. “Os associados da SBOC de outros Estados, de norte a sul do país, vêm a São Paulo para essas atividades; é uma sede mais frequentável”, define.

A Dra. Cinthya Sternberg, diretora executiva da SBOC, conta que o entendimento dos associados que participaram da decisão em Assembleia foi pela necessidade de ter a sede num lugar mais centralizado e de melhor acesso. “A malha aérea de São Paulo é incomparável e nossa localização é espetacular, num prédio conhecido, nobre”, frisa. Ela tem a expectativa de que os membros da Sociedade conheçam a nova sede e proponham iniciativas para utilização do espaço. “É a casa de todo mundo”, resume.

A capital paulista atendeu ao maior número de critérios em todas as análises sobre onde deveria ser a sede, conforme relata o secretário de Comunicação da SBOC, Dr. Claudio Ferrari. O médico destaca que a região do Conjunto Nacional é próxima de serviços de saúde, hospitais, metrô e não distante dos aeroportos. “É tudo pensado, uma tentativa desapaixonada de fazer uma escolha que encante os associados”, salienta. “Estar aqui neste endereço, neste andar, com uma vista tão bacana, é um bônus”, diz.

Na opinião do Dr. Jacques Tabacof, vice-presidente de Relações Nacionais e Internacionais da SBOC, a inauguração da sede num lugar ícone da cidade, um cartão-postal brasileiro, coroa a trajetória de sucesso da organização. “A SBOC era muito pequena e agora tem essa abrangência”, constata.

Relacionamento interinstitucional

Outra grande motivação para a escolha do local, segundo o Dr. Gustavo Fernandes, foi a proximidade com outras entidades médicas, como a Associação Médica Brasileira (AMB). “Procuraremos ter uma interação muito boa com as outras especialidades assim que a SBOC for oficializada como representante da Oncologia Clínica na AMB”, adianta. O vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Dr. Renato Françoso Filho, também deu as boas-vindas à Sociedade durante a inauguração, ao realçar que o prédio do Cremesp também está a poucos metros. “É importante essa localização física estratégica em São Paulo, um dos maiores centros médicos e de pesquisa da nação”, pontua.

O presidente da Sociedade Brasileira de Radioterapia, Dr. Eduardo Weltman, concorda que a proximidade fortalecerá os relacionamentos interinstitucionais. “Achei fabuloso a SBOC vir para São Paulo, porque muita coisa acaba acontecendo aqui. Poderemos trabalhar mais em conjunto, não apenas virtualmente. A abertura dessa sede traz a possibilidade de crescermos juntos”, avalia. “O fato de a Sociedade mudar agora para cá a torna mais ágil na relação com toda a dinâmica empresarial nacional e facilita o acesso de colegas de outras regiões à sua sede”, acrescenta o Dr. Paulo Hoff, membro da SBOC e diretor do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp).

Última modificação em Quinta, 10 Agosto 2017 20:48

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar