Imprimir esta página

Mais de mil pacientes são incluídos em estudo ONCOVID-19.1 Destaque

Notícias Segunda, 24 Maio 2021 20:24
Avalie este item
(4 votos)

Pouco mais de um ano após a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) do Ministério da Saúde aprovar a realização do Consórcio Nacional de COVID-19 em Pacientes com Câncer, o ONCOVID-19.1, a iniciativa conduzida pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) atingiu a marca de 1.001 pacientes oncológicos incluídos na investigação.

O consórcio, que segue recebendo contribuições de oncologistas clínicos associados à SBOC e instituições de cuidados oncológicos até 30 de junho de 2021, reúne informações vindas de todas as regiões do país sobre o impacto da infecção pelo novo coronavírus de acordo com cada neoplasia durante e após o tratamento.

O objetivo é que tais informações sejam usadas na elaboração de estratégias, protocolos e políticas de combate à COVID-19 entre os pacientes oncológicos. “Já são mais de mil brasileiros que a SBOC e todos os participantes do ONCOVID-19.1 ajudaram até aqui a ser mais do que números: são histórias de vida que, quando contadas, podem ampliar o conhecimento sobre os impactos da pandemia no tratamento do câncer”, comemora a presidente da entidade, Dra. Clarissa Mathias.

Entre as instituições com a maior quantidade de casos reportados estão o Centro Integrado de Pesquisa da Amazônia (CINPAM), em Manaus (AM), com 221 pacientes incluídos no estudo; o Hospital Evangélico de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, com 217; a Santa Casa de Misericórdia da Bahia, em Salvador (BA), com 86; o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Rio de Janeiro (RJ), com 78; e o Hospital Evangélico de Vila Velha, no Espírito Santo, com 50.

De acordo com o diretor executivo da SBOC, Dr. Renan Clara, os dados reportados passarão por avaliações para, entre outros objetivos, ampliar a compreensão sobre quais tipos de câncer ou tratamento favorecem o surgimento de complicações em casos de infecção por Sars-CoV-2.

“Trata-se de um estudo inédito e com o qual o oncologista clínico e os brasileiros que lutam contra um câncer, seja ele qual for, poderão contar em meio a tantas incertezas que ainda se envolvem o enfrentamento da pandemia”, conta.

Uma validação dos dados será realizada para garantir a fidelidade de todos os dados recebidos e a credibilidade do estudo.

Benefícios para todos

Além de contribuir com o cuidado oncológico em meio à pandemia, o consórcio oferece benefícios aos participantes. Os cinco oncologistas clínicos que mais contribuírem com dados enviados ao ONCOVID-19.1 serão incluídos como coautores do estudo e terão gratuidade na anuidade da SBOC em 2021. Já as cinco instituições com maior quantidade de contribuições serão citadas nas mídias e redes sociais da SBOC e terão cinco gratuidades em anuidades.

Saiba como participar e submeta suas contribuições em sboc.org.br/oncovid-associado.

Última modificação em Segunda, 24 Maio 2021 21:04

1 Comentário